All posts by Blog Agency

  • Esta sou eu

    Alimentar uma extensa família de bigodes

    Conhecem aquele tipo de gato que quando não está totalmente satisfeito nos morde os calcanhares? Sim? Eu dou graças aos céus todos os dias por os cães não fazerem o mesmo, podia ser bem doloroso (tenho em conta que a Flor e a Uva não sou pequenas). Pois bem, eu tenho dois gatitos desses em …

  • As minhas receitas

    Creme de pera

    Antes de vos falar do creme de pera, e do kuzu (ein?) pergunto: Como vai esta semana de limpeza? Hum, ainda não começaram? Não tem problema, podem sempre fazê-lo na semana que vem, o que é importante é arrancar, e sobretudo, levar a sério. Se, no entanto começaram, parabéns. Pensem que 15 dias, em 365 que tem o …

  • Esta sou eu

    O Mírtilo

    O Mirtilo veio para casa há dois meses e, acreditam que ainda só consegui olhar para ele, como deve ser, quando está a dormir? Não fica quieto nunca, nunca. Tem tanta energia para gastar que, quanto está acordado, só vejo sombras dele, a meio de corridas loucas de uma esquina para a outra da casa. …

  • Bolachas Nutrifibra - Blog Ana Galvão
    Esta sou eu

    Olha a bolacha boa e saudável!

    Pois é, meus ilustríssimos leitores, isto de fazer rádio (aquela coisa que vocês ouvem todos os dias no carro enquanto desesperam com o trânsito), andar a correr atrás da criança e de escrever aqui não é fácil! Apesar de adorar cozinhar tudo e mais alguma coisa, incluindo fazer os leites vegetais e as bolachas para …

  • Esta sou eu

    Este post é para quem anda de transportes públicos!

    Olá a todos! Hoje deparei-me com mais uma daquelas iniciativas em que acho que é uma questão de serviço público partilhá-la convosco, até porque também muito a ver com o bem-estar de todos. Parece que a DECO vai criar uma Carta dos Direitos do Passageiro de Transporte Público Colectivo (queixasdostransportes.pt)! Pois é, a DECO já …

  • Esta sou eu

    A arte de olhar para soalhos

    Hoje, num pequeno intervalo entre afazeres (e hoje foi um daqueles dias), fiquei presa a olhar para o chão de madeira do sítio onde estava. Esqueci o barulho envolvente, a luz do sol a entrar pela janela, o telemóvel, a quantidade louca de pessoas a quem preciso de contactar para o programa de rádio que …