Fala-vos uma cúmplice: Não há nada que me dê mais prazer que um pequeno-almoço à moda de hotel. Pão, pastelaria, café , compotas … Só de escrever salivo, amigos deste blog. Acontece que descobri, na minha vida em busca pela saúde através da alimentação, que comer assim de manhã não é a melhor opção.  Especialmente quando se faz todos os dias.

O que levanta, concordo convosco, a grande questão: Então, se o açúcar, leite (incluindo iogurtes)  pastelaria e pão não natural, não se recomenda, o que raio se come para começar o dia? E ultrapassar essa questão, posso confessar, levou o seu tempo. Primeiro pelo gosto que tenho pelas delícias acima descritas e depois porque foram anos e anos de hábito. E o hábito, no que toca a comida, é bem tramado de se combater. Mas, acreditando eu, que o que se come é aquilo que somos,  que a primeira refeição pode dar ou retirar energia para o dia que está pela frente e que não fazia sentido mudar os hábitos nas restantes refeições e não ao pequeno-almoço, decidi procurar alternativas que me soubessem bem e que não me deixassem esfomeada uma hora depois. E cá estou, para partilhar a grande descoberta. Algo tão simples, tão bom e tão completo: Creme de arroz com sementes e geleia.  Sim, palavra de honra, de manhã alimento-me de  arroz integral,  e nem imaginam o prazer que me dá.

O creme de arroz  integral, logicamente, as propriedades do próprio cereal integral (que podem espreitar aqui) é super saboroso (quem é fã das papas de bebé  uivará de alegria)  e deixa-nos bem saciados. Para além de se fazer num instantinho (tendo o arroz feito previamente, claro).

Então como se faz?  Ferve-se uma medida de arroz integral em 6 medidas iguais de água. Assim que começar a ferver desce-se o lume, a fogo lento. Deixam cozinhar até o arroz absorver todo o líquido (Repararão que o arroz ficou muito molinho). A base está feita. De manhã pegam na quantidade deste arroz que quiserem e aquecem (se estiver muito seco podem juntar um bocadinho de bebida vegetal de arroz, aveia, o outro que prefiram ) . Quando estiver à temperatura ideal, tiram do lume e batem com uma varinha até ficar bem passado. Servem no prato e juntam geleia de arroz (a gosto, pois depende da vossa tendência para o doce), e cobrem com sementes (de girassol, abóbora, sésamo…)

Esta é a minha receita predilecta. Obviamente podem variar naquilo que juntam ao arroz, podendo ser geleias naturais,  manteiga de amendoim (choro, choro de prazer com esta), ou fruta cozida (maçã fica bem).  Se nunca comeram nada parecido, não se acanhem, confiem e experimentem. Sabe mesmo bem , notarão um vigor diferente e perceberão que a fome aparece bem mais tarde.

Este pequeno almoço é bastante bom para as crianças que vão muito melhor alimentadas para a escola (melhor que uma taça de cereais com carradas de açúcar, asseguro que é) e como tem uma consistência agradável e tem um sabor doce (só que aqui o doce é da geleia de arroz, produto que é resultado da fermentação do próprio cereal e com açúcares lentos e muitíssimo menos nocivos que os outros) é  fácil de os convencer. O meu filho Pedro come comigo creme de arroz de manhã assiduamente e asseguro-vos que gosta. Façam e digam-me, por favor, se resultou, se vos saiu bem, e se gostaram, pode ser?

Obviamente há mais alternativas para os pequeno-almoço, mas preferi começar por aquele que prefiro. Haverá mais em breve.unnamed-2

 

Ingredientes para o creme de arroz: 

Uma taça e meia de arroz integral

Água

Sal

Geleia de arroz (existe em qualquer loja de produtos naturais)

Sementes

DICA: Se tostarem as sementes previamente, numa frigideira, a fogo lento, ainda fica melhor!