FullSizeRender

O Pedro (meu filho) está, pela primeira vez, a viver o Halloween em todo o seu esplendor, porque na escola têm feito muito alarido sobre a data. E vai daí pediu-me que organizássemos uma festa temática, este sábado, cá em casa.  A verdade é que nunca tinha celebrado o dia das bruxas porque, no meu tempo, não se ligava patavina a nada disto e nunca adoptei a tradição, mas, porque não?   E foi assim que comecei a procurar  ideias giras para um “jantar assustador” que pudessem ter uma versão vegetariana e que, também, compusessem um prato nutritivo.

O que saiu foi este Menú especial Halloween do cartaz aqui ao lado : Sopa de sangue (beterraba), larvas (arroz integral e arroz preto) vermes (esparguete de feijão verde com feijão preto), vomitado (puré de abóbora) e múmias (folhados de tofu fumado). E também aranhas de chocolate (bolachas de cacau).

No vídeo verão como se faz cada uma das coisas. Antes de carregarem no “play” queria avisar-vos que é a primeira vez que gravo uma receita desta forma, portanto, não levem a mal o ar caótico da cozinha e coisas que tenham ficado menos bem explicadas.  Ainda tentei invocar uma Maria de Lurdes Modesto que, eventualmente, poderia estar cá dentro, mas ela não apareceu. Fiquem com o melhor que consegui. A segunda parte do vídeo está no post seguinte.

 

Sopa de sangue (Sopa de beterraba)

Ingredientes: Azeite, 3 beterrabas, 1 cebola, 1 cenoura, 1 batata doce, ameixa umebochi, alga wakame, vinagre de arroz e vinagre de ameixa.

Para fazer: Cortar cebola em pedaços pequenos e saltear com a alga wakame (uma tirinha chega). Quando a cebola dourar meter o resto dos legumes cortados aos quadrados e cobrir com água. Deixar ferver até que a beterraba este tenrinha. Retirar do lume, adicionar ingredientes (umas gotas de cada vinagre e meia ameixa umeboshi). Bater tudo e adicionar um pouco mais dos temperos se for necessário.

Larvas (Arroz integral e arroz preto)

Ingredientes: Uma chávena de arroz integral e uma chávena de arroz preto. Sal

Como fazer: Cozer cada tipo de arroz em panelas separadas (em cada uma delas deitar um pouco de sal) . Quando estiverem cozidos misturar.

Vermes e bichos  (esparguete com feijão preto)

Ingredientes: Feijão verde e feijão preto.

Como fazer: Cozer o feijão preto em água com sal (pode comprar-se biológico já cozinhado em lata). Cortar o feijão verde em tirinhas muito finas e cozer. Servir como se fosse esparguete e salpicar com  alguns feijões pretos

Vomitado (puré de abóbora)

Ingredientes:Azeite, cebola e uma abóbora pequena

Como fazer: Saltear cebola num frigideira e juntar uma abóbora pequena cortada aos quadradinhos. Deixar cozinhar a fogo lento e juntar um pouco de água se virem que a abóbora está a secar muito. Quando a abóbora estiver tenrinha retirar do lume e bater.

Múmias (folhados de tofú fumado)

Ingredientes: Massa folhada (comprada ou feita em casa), tofú fumado, mostarda e qualquer tipo de grão preto pequeno e comestível que se tenha em casa (por exemplo sementes de sésamo preto ou sementes de chia)

Como fazer: Esticar a massa e cortar em tirinhas finas. Por outro lado cortar rectângulos de tofú fumado. Embrulhar cada tira de tofú fumado por uma tira de massa folhada recriado as faixas de algodão que envolviam as múmias. Meter no forno durante mais ou menos 15 minutos (como depende do tipo de forno o melhor é ir verificando e retirar quando a massa folhada ficar dourada) Quando já estiver fora do forno podem fazer os olhos da múmia com mostarda (com a ajuda de uma seringa) e metendo por cima um grão preto de qualquer ingrediente comestível.

Aranhas de chocolate

Ingredientes : 110 gr de farinha (normal ou integral), 20 gr de cacau em pó, 1/2 colher de fermento para padaria, 60 gr de chocolate preto sem açúcar triturado com uma faca,  120 gr de geleia de arroz, 60 gr de óleo de girassol (ou grainha de uva), 1/2 colher de baunilha em pó, uma pitada de sal. Para a cobertura: 60 gr de chocolate em tablete e uma colher de mel de arroz. Para as patas: pauzinhos pretzels.

Como fazer: Misturar em dois recipientes separados os ingredientes secos e os líquidos. Primeiro os secos: farinha, cacau, fermento e o chocolate triturado, e mexer bem. Depois os líquidos: geleia de arroz, óleo e pitada de sal. Depois é preciso incorporar os ingredientes secos aos líquidos até ficar uma massa densa. Se ficar demasiado espesso podemos usar um bocadinho de bebida vegetal de arroz (ou soja ou aveia). Misturar bem e encher formas pequenas a meio (para que fique uma espécie de bolacha alta). Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 10 minutos mais ou menos (o truque do pauzinho nunca falha. Para ter a certeza que está pronto, metemos um pauzinho na bolacha e se sair seco é porque está pronta).

Para a cobertura de chocolate é preciso derreter a tablete (60 gr) em banho maria juntando, depois, uma colher de mel de arroz.

Para as patas: dividir os pauzinhos pretzels em dois, recriando a pata da aranha dobrada. Pegar nesses dois bocados de pretzel e colar com a cobertura de chocolate e levar ao frigorífico. Depois de frio (e rezando para que esteja tudo bem colado) pegar nas patas e inserir, com muito cuidado , no dorso da bolacha.  Se a operação das pratas dobradas for muito complicada (é preciso paciência e manha) podem apenas cortar-se os pretzels a meio e inserir 4 de cada lado da bolacha resultando numa aranha mais simples mas divertida na mesma (podem ver na foto esta forma mais fácil) . Se ainda quiserem meter olhos na aranha podem usar IMG_8928uma pasta feita com creme de aveia (50 ml) aquecida com uma colher de sobremesa de geleia de arroz e uma outra de amido de milho.  Quando espessar está pronto. Pode usar-se uma seringue para, pacientemente, fazer os olhinhos do bicho. O ponto negro pode fazer-se com chocolate. Se ainda quiserem meter uns dentes podem usar bocados de amêndoa.

.