Comprar produtos bons e baratos é possível. A sério que sim. Não é mesmo válido aquele argumento de que ter cuidado com a alimentação é muito mais dispendioso.

Como em qualquer outro tipo de alimentação podemos escolher pagar mais ou pagar menos. Por exemplo, um prato de cereais integrais, leguminosas e legumes para além de que, bem cozinhado, sabe super bem e é muito saudável, custa menos do que qualquer outro prato que habitualmente servimos à refeição. Obviamente que este prato sadio pode vir com muitas outras coisas que o encarecem, mas essa é uma escolha de cada um. O que quero dizer com isto tudo é que é possível comer melhor sem gastar mais. Para além de que, já se sabe, uma boa alimentação faz-nos poupar muitos trocos na farmácia.

A parte dos cereais, legumes, leguminosas e fruta está resolvida em qualquer hipermercado. Se a vontade é de procurar produtos biológicos (ha um vídeo explicativo sobre o que é agricultura biológica na zona “reportagens” deste blog) ou encontrar ingredientes que não existam em grandes superfícies, há um bastião de lojas onde se encontra de tudo. E dentro deste mundo novo que são os estabelecimentos de produtos “alternativos” há os que são mais caros e os que são bem mais acessíveis. E cá estou eu, para, já na próxima semana, vos começar a mostrar um a um. Onde ficam essas lojas, o que vendem, e a que preços,  está bem assim?