Salvatore, o italiano venezuelano que cozinha que é uma maravilha e que vai partilhar, todas as semanas, uma receita connosco.

Conheci o Salvatore numa aula de cozinha do Instituto Macrobiótico de Lisboa e acabámos por nos tornar amigos. Aliás, se vocês experimentassem a magia dos seus pratos também teriam querido ficar amigos dele. O Sal (fica assim o nome dele a partir de agora, que é mais fácil) nasceu na Venezuela mas quase toda a sua família é da Itália, e toda a sua paixão pela cozinha vem da sua mãe (e avós, antes disso) uma senhora italiana adorável que, basicamente, sabe fazer tudo se lhe deram os ingredientes certos e um fogão.

O Sal é vegetariano desde o ano 2000 e começou a estudar alimentação natural em 2006 para aprender a cozinhar alimentos da forma menos nociva possível para o planeta. Há 6 anos que veio viver para Portugal e desde o ano passado que começou a fabricar, de forma caseira, um dos meus alimentos favoritos: O tempeh, um produto feito com soja (biológica no caso dele) fermentada, e que serve para todo o tipo de pratos . E para além de isto tudo, o Sal é um tipo super generoso que está disposto a partilhar a suas deliciosas receitas connosco todas as semanas. E porque é que acho que devíamos experimentar repeti-las em casa? Primeiro porque são boas e segundo porque me parece super chique ter um amigo italiano a ensinar-nos a fazer brilharetes na cozinha, é ou não é?

Então saltem para o próximo post para verem uma super mega altamente boa mousse deliciosa feita por ele com a respectiva receita.